O Mundo de Sofia (New Routes – Janeiro 2012)

I was invited last week to write something different. Daniela Mafra, from DISAL, asked me if I wouldn’t like to contribute a suggestion of a book to their next issue of New Routes, to be published in January 2012. The biggest shock: It was supposed to be in Portuguese!

All right, all right… Portuguese IS my first language after all, but I don’t think I have ever published anything in Portuguese anywhere. Actually, I know I haven’t. I considered it a big challenge then, and decided to write about the book which single-handedly turned me from a non-reader into a bookwork, some 13 or 14 years ago, and which may have had something to do with my becoming a teacher: Sophie’s World, but the Norwegian author Jostein Gaarder.

Curiously, though, I was going to write about the book – in Portuguese – I’m reading at the moment, Jô Soares’s As Esganadas. It was someone wise beyond her years, however, who suggested I wrote about Sophie’s World, once I was always harping on about it. Have a look at the text below then, and please feel free to suggest alterations and, even more importantly, corrections, once I believe there would still be time to correct it before it appears in the magazine.

——

Até meus 16 ou 17 anos eu não era exatamente um grande leitor. Na verdade, eu não era leitor e ponto. Livros não eram de forma alguma um prazer para mim, e confesso que até então tinham sido poucos os títulos que havia terminado. Eu era como a grande maioria dos jovens da época, fissurado por futebol e televisão e avesso a livros.

Acredito que essa situação já tenha mudado muito e certamente segue mudando no Brasil – o que me deixa muito orgulhoso como professor! – devido a séries como Harry Potter, Percy Jackson, Crepúsculo, entre outros. Na minha época pré-bruxos e pré-vampiros, no entanto, meu “Harry Potter”, o primeiro livro que li por prazer e graças à indicação de um querido professor, foi o delicioso O Mundo de Sofia.

Jostein Gaarder, professor, teólogo e filósofo norueguês, publicou o livro em 1991. O Mundo de Sofia conta a história de uma garota norueguesa que às vésperas de completar 15 anos passa a receber estranhos bilhetes em sua caixa de correio de um certo filósofo (não, nada de e-mails. A boa e velha caixa de correspondências mesmo!) convidando-a a ocupar-se das grandes questões do universo.

Os bilhetes, que chegam todos os dias e sempre de maneiras misteriosas, acabam por se revelarem um curso de filosofia, desafiando Sofia a se perguntar coisas como Quem é você?, De onde vem o mundo? e várias outras. Além dos bilhetes, Sofia passa a receber também cartões postais endereçados a uma tal Hilde, de quem ela nunca ouviu falar e com os quais não sabe o que fazer. Para nós leitores, inicia-se aí um interessantíssimo caso de mistério. Juntamente com Sofia, passamos a cursar um fascinante e acessível curso de filosofia, cobrindo do período pré-Socrático aos filósofos contemporâneos, fazendo com que a leitura do livro seja, além de divertidíssima, extremamente informativa e inspiradora.

Prova de que se trata de um livro espetacular é o fato de que, apesar do tema não costumar ter grande apelo popular, já foi traduzido para mais de 50 idiomas e virou até filme! No Brasil, foi publicado em 1995 e já teve no mundo mais de 70 reimpressões!

É isso aí! É um grande prazer poder recomendar aqui na New Routes um livro tão importante pra mim, e espero que ele tenha pra você também o efeito poderoso e inesquecível que teve em mim… e em outro milhões e milhões de leitores mundo afora!

 

Higor Cavalcante é professor de inglês e trabalha principalmente com treinamentos para professores, além de escrever mensalmente para, entre outros, o Blog da Disal. Higor trabalha com frequência com literatura na sala de aula, por acreditar que a leitura é, além de tudo, a melhor maneira de aprender e consolidar um idioma estrangeiro. Você pode entrar em contato através do e-mail teacher.higor@yahoo.com.br, ou visitando seu blog, www.higorcavalcante.com.